Edit Content

Menu

WhatsApp Image 2024-07-05 at 14.59.42

“Brasil se destaca no uso de IA, mas enfrenta desafios de implementação”, diz CEO da Begen

“Brasil se destaca no uso de IA, mas enfrenta desafios de implementação”, diz CEO da Begen

Na visão do executivo, o país é um dos maiores usuários de Inteligência Artificial, mas obstáculos como financiamento e formação de parcerias ainda precisam ser superados

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Em entrevista exclusiva à Decision Report, André Uchôa, co-CEO da startup Begen, afirmou que o Brasil está entre os principais países no uso de Inteligência Artificial (IA). No entanto, Uchôa destacou que a implementação da tecnologia no país enfrenta desafios significativos, como a falta de financiamento e dificuldades na formação de parcerias.

 

“A explosão da IA Generativa tem gerado uma corrida global por soluções que aumentem a produtividade, auxiliem na tomada de decisões e reduzam custos. O Brasil se destaca como um dos maiores usuários dessa ferramenta, mas ainda enfrentamos problemas semelhantes aos de outras partes do mundo”, explicou Uchôa durante o evento Google I/O. “A principal diferença entre nós e as empresas dos EUA é a capacidade de financiamento, que é menor aqui, tornando o processo mais lento.”

 

A Begen, fundada em 2023, planeja expandir sua atuação para o Vale do Silício, visando mostrar a capacidade e potencial da empresa em oferecer soluções inovadoras que atendam a diversos segmentos de negócios de forma centralizada. A startup tem como objetivo utilizar o poder da IA Generativa para alcançar seus objetivos de negócio em áreas como Educação, Mídia, Mercado Financeiro e Agro.

 

Uchôa destacou que, em termos de capacidade humana, o Brasil não fica atrás de outros países. “Temos muitas iniciativas interessantes em movimento no mercado. Uma dessas é a criação de comitês de Inteligência Artificial para discutir o uso ético e responsável da IA nos negócios”, disse ele. “É essencial que as empresas organizem esses debates e promovam treinamentos de conscientização para seus colaboradores, especialmente porque os golpes através de IA estão crescendo exponencialmente.”

 

Portfólio

 

A Begen oferece um portfólio que prioriza a segurança dos dados, com controle de acesso personalizado e gestão individualizada do consumo de IA. “Nossa meta é proteger os dados de maneira eficaz, alinhando-nos às regulamentações como a LGPD e as leis europeias que asseguram os direitos dos titulares dessas informações”, concluiu Uchôa. A startup também facilita a criação e implementação de soluções de IA Generativa através de uma ferramenta Low-Code, permitindo que empresas otimizem o uso de modelos de IA conforme suas necessidades específicas.